domingo, 20 de janeiro de 2008

[O que eu quero é] SOSSEGO!

Confesso a falta que faz estar atrasado pra alguma coisa ou dividir seu dia-a-dia com mais alguém [ou um bando de gente...rs], acho que nessa época o ar passava pela narina de forma diferente da de agora, eram pequenos-grandes problemas gostosos de se preocupar. Não é porque uma coisa te faz falta que você a quer de volta - de forma alguma - mas é questão de querer compartilhar tua noite mal dormida com mais alguém que não seja teus pais, dividir teus dias com mais gente, assim puderam entender que você hoje não esta mais igual a ontem nem ante-ontem ... [Mini flashback por favor]
- Spirooo porque tu tá com essa cara?
- é sono Lai, fiquei até tarde vendo aquele filme...
- Ahhh! eu assisti também, viu aquela parte que mulher liga pro cara(...)
- kkkkkkkkkkkkkkkkk...sim!
- falando nisso; cadê minha caneta que te emprestei ontem?
- hã?
Não sei como vai ser daqui pra frente, mas esse ano ainda quero meu nome em alguma lista de 'aprovados'! ah sim , eu quero. Jornalismo ou até teatro... mas eu quero! Nunca pensei que isso fosse ser tão desesperador quanto eu via as pessoas falando sobre isso e os imaginava dramáticos e algo meio que distante! 2007 foi o pior e melhor ano que já vivi nessa vida. Não, não quero mais nada parecido, não mesmo. Chega de turbulências! Quero algo mais estável pra mim agora, por favor! Acho que hoje fechei também a cota de problemas e resoluções que o outro ano deixou, fechei. O que terminou bem vai ficar bem atééé... o que terminou mal...o mesmo! Agora quero ver gente nova, mesmo que esteja falando das mesmas pessoas - se é que vão me entender - e essa p*rra de resultado não sai nunca! aiaiai...

3 comentários:

amanda lee jones disse...

/respira, meu filho!

Rα i sα ~ disse...

saudade de ter você e Lai pra dividir minhas noites perdidas.
e, sim, nesse caso 'saudade' significar QUERO TUUDO DE VOLTA!
Só não precisa ser no III.07 do Acadêmico, isso não!

Dan Souza disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Vc sab como eu sou com relação ao seu blog, nunca encontro palavras pra comentar...
me dsculpa, tá???

Sinto tanto a tua falta!!!