sábado, 4 de setembro de 2010

Que me invada

Ando com texto pronto e percorro a vida alheia com conselhos práticos. Abri um vinho com as últimas verbas - e olha que hoje é dia 3. Giro cálice e procuro desenhos em fumaça. Eu balanço os pés, conto telhas, paro livros parados no meio, sussurro palavras e estalo dedos. Já não sei porque não coloco muito açúcar no café, nem porque pego no sono tão rápido. Tive vontades estranhas, como ver TV e comer chocolate. Eu sonhei que estava debruçado em peitos e acordei mais feliz em ver o travesseiro. Eu seleciono músicas, amendoins e amores. Eu tenho em mim estes gestos de espera, essa ansiedade por nada e esse monte de respostas sem perguntas. Ando me achando normal cada vez que contabilizo algumas loucuras e paranóias. Já não vivo o agora pensando em contar depois. Não ligo para os meus descartes, devaneios, alucinações. Eu quero prolongar o gosto do beijo, mas por vezes preciso parar pra respirar. Eu quero o longo de toda a noite, mas logo vou ter que acordar. Eu quero mais do que muito. Satisfação. Eu já não quero nada. Mudo de opinião tão depressa. Logo volto atrás. Eu fecho os olhos, me volta outros olhos. Luto para não me amargar, para não lembrar e para relevar. Danço com mãos em outras peles e é só pra me treinar. Ainda balanço o mesmo pé; prossigo no mesmo parágrafo e espero pelo titulo. Viciando em cada verso que o amor veio trovar.
.

E nessa Saga venho com pedras e brasa
Venho com força, mas sem nunca me esquecer
Que era fácil se perder por entre sonhos
E deixar o coração sangrando até enlouquecer






4 comentários:

Victor Moraes, disse...

Versos por: Lipe Catto - Saga

Angelo A. P. Nascimento disse...

Somos dois. Só muda pq estou com whisky.
Esperemos passar...

Rafaela Dantas disse...

"Danço com mãos em outras peles e é só pra me treinar. "
AMEM...
então vamos treinar ne?

p.s: ADOOOOOORO essa musica

amanda lee jones disse...

"Eu quero prolongar o gosto do beijo, mas por vezes preciso parar pra respirar."


eu invejo TANTO você ...