domingo, 19 de setembro de 2010

Perfeitamente

Entra e sai
e volta e vem e vai
Surge e some
agora não quer mais.
Eu jurei parar,
cortar. Eu sei que amanhã
vai embora e eu ficarei pra trás.
Não diz nada. Eu digo mesmo assim,
se contém e eu já não caibo em mim.
Eu jurei, eu sei, perfeitamente que é o mal
que me faço e faço até o fim.

eu que to sem chão no alto da gangorra,
eu jurei mas sei que já não juro nada,
eu já não tenho quem me socorra,
já não é minha a minha palavra.
Eu me rendo outra vez e o declaro
outra vez você me amou por um segundo
agora o céu vai ficando claro
você me esquece e eu me afundo
hummnmnm...

2 comentários:

Victor Moraes, disse...

Letra: Fred Martins e Francisco Bosco

Angelo Augusto Paula do Nascimento disse...

"Oura vez vc me amou por um segundo"
"Vc me esquece e eu me afundo"

Tantos personagens cabem nos seus versos. Eu me encaixei neles novamente, como se fosse um retrato de um tempo que vivi.
Belo texto, meu caro, belo demais...
Abraços