segunda-feira, 31 de março de 2008

Dos amigos

Crise. Eu não quero ser trocado. Nem quero trocar ninguém.
Pronto! Já disse tudo sendo curto e grosso. Mas, pra melhor
entendimento e também pra entrar mais no clima do blog,
escolhi palavras do mestre Paulo Coelho; de um post em sua
coluna
no G1.

"Uma coisa é certa: nossos amigos são sempre cheios de defeitos.
Passamos horas inteiras falando disso, sabemos exatamente onde estão errados. Por outro lado, nos seduzimos facilmente com o recém-chegado; só tem virtudes, toma as decisões certas, e parece nos ensinar muita coisa.
Isto é uma armadilha.
Na verdade, por conhecermos bem nosso amigo, o usamos para projetar nossos próprios defeitos. O julgamos com uma severidade que devíamos usar para nós mesmos. Nos acostumamos com a imagem que fazemos dele, e terminamos fechados para o incrível universo que uma amizade oferece.
Respeite seus amigos. Eles são a maior benção que o mundo pode dar. São eles que nos educam na prática de algo muito importante: a lealdade."




2 comentários:

amanda lee jones disse...

beba um pouco, vai te fazer bem

Dan Souza disse...

"Eles são a maior benção que o mundo pode dar."

Amo muito!