domingo, 12 de julho de 2009

Alguma cidade submersa


Não se afobe, não
Que nada é pra já
O amor não tem pressa
Ele pode esperar em silêncio
Num fundo de armário
Na posta-restante
Milênios, milênios
{...}

Futuros amantes, quiçá ♪
~
you know, i'm no good

2 comentários:

Rα i sα ~ disse...

{...} quizás, quizás, quizás'

Roberto Ney disse...

O amor sempre espera.Mas nós não devemos esperar. Temos que ir buscá-lo onde quer que ele esteja.
Grande abraço!