terça-feira, 2 de setembro de 2008

Lugar pra lamurias


Eu já não suspiro, nem durmo a tarde pra esperar pela noite. Já não lembro a ultima vez que escrevi nomes no ar; não crio, não trago. Não nada. Agora paro pra ver o que vai passar, espero pelo próximo ato num desses entediantes intervalos em que a cortina permanece fechada enquanto todo gás da agua se esvai. Fora o medo de entrar mais uma vez em cena, de cair num fim a la Shakespeare. E o cenário!? Nos bares, nas camas, nos lares, ou - outra vez - na lama? Já sinto inveja dos livros que leio, as próximas páginas parecem um tanto quanto distantes. E você, quando chegar, não bata à porta ou espere qualquer sinal. Basta que chegue. Não peça lincença. Apague o que de ruim deixaram, o que foi proibido, sem gosto e, apague também, aquilo que nunca falei o que ficou diversas vezes subentendido. Em troca te dedico todas as músicas, e tudo o que os outros foram pequenos demais para usufruir. Chegue.


“Ah, pequeno erro(...),
Como te mostraste terrível em Cordélia,
Arrancando, como numa tortura, minha natureza
De seu lugar devido, expulsando de meu coração todo o amor,
E alimentando o fel!"

15 comentários:

Victor Moraes, disse...

No verso: King Lear

Flá Romani... disse...

Caramba..... profundo heim

Quer uma xícara de chá? disse...

O mundo dá voltas, não ficamos sempre por baixo, iss é, se possuirmos o mínimo de vontade, é claro.Gostei do texto.

Tatah Marley's Confissões disse...

MUITO (e reifot: MUUUUUUUUUUUUUUUUITO) perfeito!
Voce mesmo que criou?
:O

cAMILA disse...

MUUITO FODA

AKI, SO UMA PERGUNTA..

DE ONDE VC TIRA ESSAS FOTOS? ^^

MT DOIDAS

Art =] disse...

mutio bom =D

curti pacas

juliana (?) disse...

ooi :)
nossa, muito bom seus textos heein :D
retribuindo a visitinha ^^
pode deixar, nao esquecerei da senha ;)
beiijo :*

Luly disse...

Blog com cara de príncipe mesmo!

Gostei muito!

E Shakespeare é sempre muito bem vindo!

Rosas inglesas para um príncipe inglês.

www.rosas-inglesas.blogspot.com

SouMusic disse...

Cara, gostei muito do seu texto. Da sua maneira de escrver. Muito legal.

Parabéns!!!

Andréa Cristo disse...

Mais que profundo, este texto é muito criativo e revela um talento para o lirismo. Continue escrevendo. Abraços.

Rα i sα ~ disse...

nada de Rosas, muito menos as inglesas. esse príncipe em especial prefere qualquer outra flor ... ou me engano nisso também?
se for, é só detalhe, só outro pequeno erro.



a última frase você conhece.

Muriel Pando Pereira disse...

Boa Tarde! Estou passando para dizer que gostei muito do blog e estar divulgando um pouquinho o meu, que é recente. Passa lá mais tarde se quiseres, será um prazer. Obrigada, beijos!

Kah disse...

Nossa! Esse é realmente um dos seus melhores textos. Tenho a impressão de que o escreveu com verdadeira inspiração. Ficou forte e eu gosto de textos assim.

Beijos e até.

Dan Souza disse...

As vezes vcs são tão cuéis, Victor Moraes!

Eu te amo!

Karina disse...

Bonitos textos, belo blog... são todos autorais (exceto, é claro, aqueles que você cita a fonte)?

bjs