sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008

Entra e fecha a porta -

A CA BOU todo sentimento, a espera, a expectativa, as repostas...as perguntas. E então pergunto, quando entras numa sala [talvez escura, pra dar um suspense] tem mais medo dela se estiver cheia ou vazia? sem duvidas o vazio é pior. Mas nos falta o que fazer/cuidar/observar/apaixonar e só nos resta nós mesmos; então aí o tempo e atenção é toda nossa. Nos sobra também espaço pra preenchemos aquilo tudo novamente, com novos medos [porque os anteriores tiramos de lá e não nos assustam mais],novos amores, novos sei lá mais o que... Então deixamos de chamar o batente da porta desta sala de "linha de chegada" e passamos a chama-la de "Partida". Preencha essas prateleiras com ódio, vinganças, amores, amizades, sonhos e todas essas coisas que só nos faz bem [mesmo que seja no finaaal]. "Falo assim sem tristeza / Falo por acreditar / Que é cobrando o que fomos / Que nós iremos crescer...


Outros outubros virão. Outras manhãs plenas de sol e de luz'

o que foi feito da [outra] vida? o que foi feito do amor?
- essas estão pintados nas paredes, encravados nas molduras. Esses sempre estaram por lá... sempre!

2 comentários:

Rα i sα ~ disse...

Pois, nada me dói tanto quanto a memória de uma sala vazia, porém tão cheia de sonhos vividos e frustrações, repleta dessas antiteses que se tornam tão piegas ao passo que tentamos listá-las.
Porém me consola pensar que a estação que vem vindo no vento há de ser tão doce e prospera e feliz. E estaremos juntos de algum jeito ... de qualquer jeito.

Rα i sα ~ disse...

Na parede da mem�ria,
essa lembran�a � o quadro que d�i mais.

Minha dor � perceber que,
apesar de temos feito tudo que fizemos, ainda somos os mesmos e
vivemos como nossos pais.
... � voc� que ama o passado
e que n�o v� que o novo sempre vem'