terça-feira, 10 de março de 2009

Constatação e constelação

Certas estrelas são só estrelas. Outras tantas são pontos luminosos que escolhemos pra guiar nossos caminhos e olha-las todas as vezes que se perder ou que se ganhar. Destas invejamos o jeito diferente de brilhar, ai chamamos de 'nossa' - como uma tentativa de sermos um pouco elas! Algumas para nós tem brilho ainda mais especial e, nem para todas elas devolvemos a mesma luz na mesma intensidade. Mas não há de ser culpa de ninguém, só do céu. Alguns caminhos não precisam mais ser guiados, e o brilho que nos direcionava há de ser perdido ou se tornado como todos os outros - fora de nossa constelação. Ou para azar de nosso vaidoso e egoísta brilho, podemos estar fora de outras tantas constelações. Esse cenário, este céu, chamam de vida. As estrelas, tem o nome que você quiser dar à elas. Porque elas são suas.
Tem gente que chega pra ficar
Tem gente que vai pra nunca mais
Tem gente que vem e quer voltar
Tem gente que vai e quer ficar
Tem gente que veio só olhar
Tem gente a sorrir e a chorar
E assim, chegar e partir

3 comentários:

Rα i sα ~ disse...

... são só dois lados da mesma viagem'

Vinícius Muniz disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vinícius Muniz disse...

e esse conforto delas serem minhas (nossas) é que mantém elas brilhando... afinal, a gente sempre tá pensando positivo para que essas referências nunca se apaguem e a gente começe a brilhar, um dia que seja!